Não colhas flores

Scroll down to content

Contigo aprendi
O valor de um pôr do sol
E de uma simples flor
De beira de estrada.
Certa vez quis dar-te
Uma pequena que encontramos
Em nossa caminhada e tu disse-me:
Não, não a colhas!
Deixe-a seguir seu destino
Com suas raízes apegadas à terra,
Não tires dela os dias em que será
Beijada pelo sol e lavada pela chuva;
Não tires dela a capacidade que tens
Em encantar outros que por aqui passarem
Da forma como estamos encantados agora,
Isso é amor!
Não perturbar uma flor

Que continua com suas raízes firmes na terra…

Anúncios

Olá! Obrigado pela visita.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: