Heróis e Santos

Scroll down to content
Quanto mais grave
For a loucura,
Maior será a estátua e o altar
E ainda mais idolatrado
Será o Santo e o Herói,
Pois o que é o Santo?
E o que é o Herói?
Senão aquele ser
Acometido de uma patologia insana
Resultante da imaginação doentia
De um simples humano
Que deseja ser mais que um cisco
E um breve despertar na Terra.
O que é o Santo?
E o que é o Herói?
Senão a fonte onde se saciam
Outros loucos,
Que a própria loucura
Faz ignorar a Terra
E o retrato de si mesmos
Refletidos ante um espelho…
Anúncios

Olá! Obrigado pela visita.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: